alimentação Cartão Alimentação Vale Refeição

Ajude o seu colaborador a ter uma alimentação saudável

agosto 24, 2021

Já sabemos que a alimentação balanceada é indispensável para a manutenção de uma boa saúde e isso não é diferente pensando na produtividade, foco e saúde mental do seu colaborador, pois vários nutrientes atuam produzindo substâncias relacionadas ao bem-estar, como a serotonina. Mas para isso acontecer, rotineiramente, precisamos ingerir alimentos que forneçam vitaminas, aminoácidos e minerais. O contrário também é válido, quando ingerimos excessivamente alimentos ricos em carboidratos refinados, como farinha e açúcar branco, pois tendem a nos deixar mais lentos, sonolentos e (mais) estressados.

 

Uma empresa que investe na melhoria da alimentação do seu colaborador está contribuindo não apenas para o seu rendimento na empresa, mas para a qualidade de vida dentro e fora do ambiente de trabalho. Ao fornecer um vale-refeição ou um vale-alimentação, tenha em mente que você pode oferecer mais que uma facilidade, e sim uma ótima oportunidade para que o seu colaborador possa se alimentar melhor.
Como este benefício pode ser usado em vários estabelecimentos, essa pode ser uma ótima oportunidade de estimulá-lo a comer de forma variada, incluindo principalmente mais frutas, legumes e verduras. A comodidade de realizar as refeições em restaurantes traz uma liberdade que pode ser benéfica ou indesejada as vezes. Investir um tempo para preparar as refeições em casa pode ser um momento compartilhado em família ou, quando trazer a refeição para o ambiente de trabalho não é uma opção, você pode encorajá-lo a fazer escolhas melhores sobre a alimentação:

 

Primeiro, você pode estimulá-lo a usar o seu vale-alimentação para comprar itens frescos, como frutas. Elas podem ser consumidas como um lanche intermediário e caso a escala de trabalho não englobe intervalos, tudo bem, ele pode ingerir como uma sobremesa após o almoço ou o jantar.
Segundo, ao comer em buffet, estimule-o a incluir no prato um tipo de legume cozido ou salada de folhas e não precisa economizar na porção viu?!, na quantia de duas colheres de servir, já há uma grande quantidade de nutrientes.

 

E por fim, não podemos esquecer do típico prato brasileiro, arroz com feijão. Com a oscilação de preços, e se a refeição principal não for realizada em casa, você também pode estimulá-lo a consumir outros alimentos que são do mesmo grupo alimentar, como as batatas, macarrão integral, lentilha e grão-de-bico.

 

Fonte: Nutricionista Senff

Comentários

Deixe seu comentário

Comentários para este post estão indisponíveis.